LOGIN ASSINANTES REGISTAR   Visite a nossa página no facebook. Visite a nossa página no Instagram.
EDUCAÇÃO
ARTE & CULTURA
SAÚDE / BEM-ESTAR & BELEZA
MODA
PÁGINA SOLIDÁRIA
DESPORTO
VIAGENS
ECONOMIA & NEGÓCIOS
ECOLOGIA & SUSTENTABILIDADE
PERSONALIDADES
EVENTOS
SOBRE A REVISTA
EDIÇÃO ONLINE
ASSINATURAS
PARCEIROS
CONTACTOS
Educação Arte & Cultura Saúde / Bem-Estar & Beleza Moda Página Solidária Desporto Viagens Economia & Negócios Ecologia & Sustentabilidade Personalidades
LOGIN ASSINANTES REGISTAR   Visite a nossa página no facebook. Visite a nossa página no Instagram.
EDUCAÇÃO
ARTE & CULTURA
SAÚDE / BEM-ESTAR & BELEZA
MODA
PÁGINA SOLIDÁRIA
DESPORTO
VIAGENS
ECONOMIA & NEGÓCIOS
ECOLOGIA & SUSTENTABILIDADE
PERSONALIDADES
EVENTOS
SOBRE A REVISTA
EDIÇÃO ONLINE
ASSINATURAS
PARCEIROS
CONTACTOS
Educação Arte & Cultura Saúde / Bem-Estar & Beleza Moda Página Solidária Desporto Viagens Economia & Negócios Ecologia & Sustentabilidade Personalidades
24 de maio de 2019 LOGIN ASSINANTES REGISTAR   Visite a nossa página no facebook. Visite a nossa página no Instagram.
24 de maio de 2019  
Revista Mulher Africana
George Clooney quer travar os senhores da guerra.
O actor norte-americano, um defensor acérrimo dos direitos humanos, quer descobrir e denunciar quem está a lucrar com a guerra e corrupção no continente africano.

Publicado a 12 de agosto de 2015 por Mulher Africana



George Clooney juntou-se ao ex-director do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos e activista John Prendergast num novo projecto de defesa dos direitos humanos. O The Sentry, assim se chama a iniciativa, pretende desmascarar os chamados senhores da guerra de países como República Democrática do Congo, República Centro Africana, Sudão e Sudão do Sul.

Nesta missão, os activistas esperam contar com o apoio de todos, apelando até às denúncias anónimas no site thesentry.org para descobrirem quem financia e está a ganhar com as guerras que assolam alguns países africanos há já alguns anos. "A paz e os direitos humanos ganharão quando as pessoas que beneficiam da guerra pagarem um preço pelos danos causados", afirmou o actor em comunicado. Já Prendergast referiu que, como a diplomacia tem falhado, tem que se fazer com que a guerra seja mais cara do que a paz, o que até agora não acontece, pois há sempre alguém a ganhar com os conflitos. Atrás desse dinheiro sujo estão quase sempre redes de contrabando, tráfico de ouro, diamantes e marfim, como realçaram os dois activistas na apresentação do The Sentry.


Ampliar
Publicado a 12-8-2015 por Mulher Africana
OUTROS ARTIGOS DE INTERESSE NA CATEGORIA PERSONALIDADES
IW Portugal um encontro com Atitude
Women of Inspiration - Internacional TalkShow
22 de Outubro - Lisboa
Paulo Neto reeleito vice-presidente
Advogado português reeleito para a maior associação internacional de advocacia
Denis Mukwege, o médico que defende as mulheres
O seu maior sonho é acabar com as violações na República Democrata do Congo, mas enquanto isso não acontece dedica-se, há 16 anos, a dar algum conforto a mulheres, jovens e até crianças violadas e mutiladas.
Matias Damásio recebe Disco de Ouro em Portugal

Pub







ÚLTIMA EDIÇÃO
JÁ DISPONIVEL







Pub



MULHER AFRICANA

Sobre a Revista
Edição Online
Assinaturas
Parceiros
Contactos
ARTIGOS

 Educação
 Arte & Cultura
 Saúde
 Bem-Estar & Beleza
 Organizações Não Governamentais
 Desporto
 Viagens
 Economia & Negócios
 Ecologia & Sustentabilidade
 Personalidades
ASSINATURAS

Login Assinantes
Assinar Revista
ACERCA

 Política de Privacidade
 Termos & Condições
 Como Anunciar
 Mapa do site
CONTACTOS

PORTUGAL
Rua Eng. Ferreira Dias nr, 161 Sala 301
4100-247 Porto

ANGOLA
Editora / Sede
Avenida dos combatentes
Rua Manuel Van-dunen
Edificio 309 - Entrepiso
Luanda

Telefone
(+244) 222 721 245

Email
geral@revistamulherafricana.com
assinaturas@revistamulherafricana.com
comercial@revistamulherafricana.com

Directora Geral
Isabel Manique

isabel.manique@revistamulherafricana.com

Directora Marketing e Comunicação
Karina Martins

karina.martins@revistamulherafricana.com



Siga-nos nas Redes Sociais

Visite a nossa página no facebook.    Visite a nossa página no Instagram.

© 2019 Revista Mulher Africana - Todos os direitos reservados.
  Designed & Powered by

Mozzaic - Cloud Services - Serviços internet, que crescem com o seu negócio.