Blog Post 1

GALA DOS PRÉMIOS LUSOFONIA 2018

O dia 27 de outubro de 2018 foi um dia muito importante para a lusofonia. Com efeito, realizou-se, no Auditório Ruy de Carvalho (em Oeiras), a segunda edição da Gala Prémios da Lusofonia 2018. Foi um momento vibrante de consagração do ideal lusófono.

O objetivo estratégico da Gala é o de celebrar as mulheres e os homens – tal como as instituições – que trabalham em prol da lusofonia, isto é, em, prol da cidadania de língua portuguesa. Há muito que se impunha destacar, regularmente, aquelas personalidades e instituições que todos os dias trabalham, entregando a sua competência e todo o seu talento a bem da cidadania de língua portuguesa no mundo, a bem da lusofonia.

A Administração da Gala teve como principais intenções estratégicas as seguintes:
- Premiar a qualidade lusófona em áreas como: Música, Teatro, Moda e Estilismo, Associativismo, Comunicação Social, Artes Plásticas, Cinema, Cidadania, Ação Empresarial;
- Premiar a área da Literatura, área tão representativa e simbólica no quadro da lusofonia; pois que sendo a língua portuguesa a razão agregadora da lusofonia, é através da literatura e dos seus autores que ela atinge os seus mais elevados cumes;
- Atribuir o Prémio Carreira a uma personalidade que inteiramente o justificasse;
- De entre os galardoados, premiar personalidades e instituições que representassem todos os países de expressão oficial portuguesa;
- Ter uma intenção integradora, de modo a que, na escolha dos laureados, houvesse paridade entre homens e mulheres.

As personalidades galardoadas na Gala Prémios da Lusofonia 2018 foram as seguintes:
- Música: Tito Paris (Cabo Verde); Teatro: Manuel Coelho (Portugal); Moda e Estilismo: Fátima Lopes (Portugal); Associativismo: Associação Mén Non (S. Tomé e Príncipe); Comunicação Social: Gabriel Niva (Angola); Artes Plásticas: Gabriela Carrascalão (Timor Leste); Cinema: Alberto Araújo (Brasil); Cidadania: Paulo Pisco (Portugal); Ação Empresarial: Maria Assunção Abdula (Moçambique).

Na Literatura, a personalidade galardoada foi a escritora brasileira Nélida Piñon. O Prémio Carreira foi atribuído ao Engº. Domingos Simões Pereira (Guiné Bissau).
A apresentação da Gala esteve a cargo dos excelentes Raquel Flores e Ângelo Torres. Perante um Auditório Ruy de Carvalho completamente cheio houve momentos culturais de grande valia: Guto Pires, Piki Pereira, Kássio, Marley e Powel (duo de dança). Os momentos culturais culminaram com a contagiante prestação da cantora Isaley (acompanhada por Filipe Santo e Fernando Vaz Gonçalves).

A Câmara Municipal de Oeiras apostou na Gala Prémios da Lusofonia. A Administração da Gala muito agradece. A terceira edição será, de novo, em Oeiras!

A Gala Prémios da Lusofonia tem, como Fundadora e Mentora, a Drª. Isabel Leitão. Foi uma grande honra ter partilhado a Administração de um evento de tanta relevância (em intenso espírito de equipa) com um tão ilustre elenco. A já mencionada Mentora, Drª. Isabel Leitão, teve como companhia, para além do signatário deste artigo, notáveis personalidades como o Embaixador Lauro Moreira, o Gestor Hélder de Oliveira e o escritor e jornalista Tony Tcheka.

Para todos os que amam a lusofonia fica uma excelente notícia: a preparação da Gala 2019 (terceira edição) já começou! A Gala Prémios da Lusofonia tornou-se um referencial da cidadania lusófona. A lusofonia merece! 

MÁRIO MÁXIMO
Coordenador da Gala Prémios da Lusofonia

ARTIGOS RELACIONADOS





"O ENCANTO DA MULHER"

Exposição de Pintura de Larysa Kalinichenko

Ler Artigo